Vampiros do Brasil
Seja Bem vindo ao Fórum Vampiros do Brasil!!!

Para ver o conteúdo Completo do nosso Fórum
Faça Login ou registre-se.

Além de você se registrar estará ajudando o Fórum a crescer.
Como usuário registrado poderá Comentar, Postar e ainda fazer muitos amigos.

Equipe Vampiros do Brasil



 
InícioRegistrar-seConectar-se
Convidado...Seja Bem Vindo(a) ao Vampiros do Brasil!!!
Deseja jogar nos PIF's de Vasta ou Bela Noite?
Mande uma Mensagem Privada para FireStorm.

Compartilhe | 
 

 Investida. O reino em alerta.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Lorde Zarog

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1809
Idade : 31
Localização : Sem destino.
Data de inscrição : 05/01/2009

MensagemAssunto: Investida. O reino em alerta.    Qui 11 Jun - 14:57

Quinta feira.
Inicio de tarde.
Chuvoso.
Lado Leste do reino, 23° Batalhão da fronteira.

-Em posição. EM POSIÇÃO.

As ordens estavam aos ventos e a chuva dificultava a comunicação. Capitão Frindon não acreditava no que seus olhos captavam, estava imóvel segurando com força o punho da espada que acabará de erguer.

-Capitão? Quais as ordens??

Mesmo com toda aquela chuva o escudeiro Muriel suava, suas pernas tremiam e sua respiração ofegante denunciava o medo incomum. A tropa de vigília de Werra estava assustada, surpresas e impotente.

-CAPITÂO!!!!!

Era Muriel mais uma vez, recuou um passo ficando atrás de seu capitão e agora seus olhos também cravavam no exercito inimigo que se aproximava com velocidade e violência.

-Não pode ser. Isto não é verdade... Karin enviou um ataque.

A tropa de Werra sentirá o primeiro ataque após meses sem conflito, os habilidosos guerreiros Karianos dizimavam a fraca proteção de Werra, cavaleiros atravessavam todos como uma criança que rasga uma folha de papel ao meio. Pânico era a única sensação que todos sentia.
Capitão Frindon olha para seu escudeiro, pálido e sem expressão, não demonstrava nenhum humor. Seu bigode molhado pela chuva não mais demonstrava mais respeito a um valoroso guerreiro, apenas refletia a fragilidade em que todos do 23° batalhão se encontravam.

-Pegue meu cavalo jovem e o cavalgue o mais rápido que puder a Capital. E informe ao General  Arthur Draco.

-Karin deu sua primeira investida, Águia, 23° Batalhão na defesa leste do reino foi dizimada. Capitão Frindon manda saudações ao Rei e seus valorosos guerreiros deram suas vidas para que esta informação chegasse a seus ouvidos. Bravos ao Rei.

O escudeiro estremeceu ainda mais e quando seu capitão gritou sua primeira ordem e virou-se para a batalha suas lagrimas caíram pelo seu rosto, os homens juntaram-se ao capitão e avançaram para morte inevitável em direção ao poderoso exercito inimigo.

Suas pernas enfim moveram-se, no principio caminhava lento, os passos aumentará e por fim corria veloz em direção ao elegante cavalo de Frindon. Não pegará nada, sabia que não iria dar tempo nem mesmo de por a sela na montaria, tinha consciência que todos seus colegas iriam sucumbir, morrer sem deixar nenhuma informação para suas esposas, filhos, pais. Tudo isto para que pudesse fugir a salvo. Para transferir o medo daquele regimento para todo o reino.

E assim termina aquela tarde chuvosa na fronteira entre os reinos, Karim toma posição na batalha e sua linha de frente fizera sua primeira conquista. A 3 dias da capital Muriel segurava firme nos cabelos do cavalo, seu coração palpitava e sua mente apenas vislumbrava mais uma guerra eminente.

" />

******************************************************************
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lorde Zarog

avatar

Masculino Número de Mensagens : 1809
Idade : 31
Localização : Sem destino.
Data de inscrição : 05/01/2009

MensagemAssunto: Re: Investida. O reino em alerta.    Qui 2 Jul - 9:40

Uma semana depois.
Manhã.
Sol aberto.
Cidade de Werra, a Capital.

General Arthur Draco cavalgava com sua infantaria pelas ruas dos grande nobres de Werra. Suas casas e comércios se posicionavam na rua principal da cidade, a mesma que dava acesso a primeira muralha do grande Palácio Real. Toda cidade de Werra era calçada e sempre com boa aparência, mas está em especial era simplesmente magnifica. Belas e enormes estatuas enfeitava as mansões, belíssimos jardins competiam com seus vizinhos para se destacar aos olhos do rei e duques que vez ou outra necessitavam de sair de seus domínios, a diversidade de arvores e flores era expendida e isso era apenas um atrativo aos olhos de todos visitantes.  



Ruas calmas e movimentadas dava o ar da graça e a medida que o cavalo do general se distancia dos portões reais, nobres e mais nobres fazia reverencia ao valoroso guerreiro que o montava, muitos por respeito, outros por medo e alguns simplesmente pelo fato de ser um homem ao qual tem contato direto com o rei. Crianças corriam por todos os lados e muitas vezes circulavam entre os cavalos da frota dos Falcões de Julian, a paz reinava, a tranquilidade fazia o comercio fluir e a diversidade de pessoas onde era difícil saber quem era cidadão de Werra ou estrangeiro era de fato algo que incomodava toda a frota do reino de Werra, pois inimigos poderiam estar próximos sem ao menos serem notados, quem sabe até pertencentes as tropas do exército.

-Meu Senhor.

Um homem sujo e com uma barba mal feita direciona a palavra ao homem que montava o cavalo principal da legião. Suas roupas estavam sujas de barro e seu cheiro de suor era insuportável, mas sua aparência mesmo acabada ainda trazia os traços de um jovem mendigo.

-AFASTE-SE MALDITO.

Um dos Falcões de Julian posicionou seu cavalo de forma rápida e com postura defensiva em frente ao mendigo, impedindo a visão do mesmo ao seu soberano. Sua bela armadura dourada assim como as dos demais guerreiros dos Falcões de Julian se destacava na multidão, pois eram os únicos que usavam tal cor para distinguir a classe e posição que os mesmos ocupavam, até os altos duques os respeitavam pois tratavam dos principais guerreiros reais.

-Meu nobre, preciso urgentemente falar com seu superior.
-Não vejo nenhum nobre aqui maldito. Aqui só vejo guerreiros. Como conseguiu adentrar tão a fundo em nossa capital, você deveria estar pendurado com uma corda em volta do pescoço em meio a praça pública. Aqui não é um lugar onde toleramos mendigos, falsários e covardes.

Um dos outros cavaleiros aproximou e golpeou o jovem mendigo com um forte chute fazendo o mesmo cair para o lado e bater sua testa ao chão, um corte foi feito com a pancada e uma certa tontura fez os olhos do homem fechar, sangue começa a escorrer mas antes mesmo de levar as mãos à cabeça seus olhos conseguiram intercalar com os olhos do General de Werra e o pobre viu sua oportunidade, e não iria perde-la de nenhuma forma.

-Primeiro escudeiro da Águia, 23º Batalhão na defesa de Werra. Superior imediato, Capitão Frindon. Karin deu sua primeira investida, toda tropa dizimada, os inimigos encontra-se em nossa fronteira. Bravos ao Rei.

Nas suas últimas palavras o mesmo ergue um pouco o braço, mas pouco importava, sua fome, sede e determinação estavam no limite. O mesmo postasse por completo no chão, sua dívida com o capitão Frindon terminará e o que pudesse vir não mais importava.

******************************************************************
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Investida. O reino em alerta.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Reino do Campo de Batalha
» Davenon:O Ultimo Reino Online
» Reino da Magia RPG [Parceria]
» [ALERTA AO PESSOAL]
» Reino de Petra

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampiros do Brasil :: RPG Vampiros do Brasil :: PBF - Play By Fórum :: Jogos Ativos :: Werra-
Ir para: